[lastupdated before="Last update:"]
Imagem de Fundo
Chapada dos Veadeiros, Alto Paraíso de Goiás - GO, Brasil Autor: Nós2 de Mochilão em 7 janeiro 2017

A Chapada dos Veadeiros está situada no coração do Brasil e é destino de vários mochileiros. Está no nordeste do estado de Goiás em uma extensão de 65.514 hectares e tem uma história pra lá de curiosa. O parque foi criado em 1961 com o nome de Parque Nacional de Tocantins no estado que carrega o mesmo nome. No decorrer dos próximos anos foi perdendo grande parte de seu território devido a disputas territoriais, até ficar com um pouco mais de um décimo dos 625.000 hectares que possuía antes.

Junto com a terra perdida perto da Riviera do Rio Tocantins, perdeu-se também o nome que levava e a partir de 1972 passou a chamar Parque Nacional Chapada dos Veadeiros e passou a fazer parte do estado de Goiás. Em 2010 foi declarado patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

O parque está a 243 KM de Brasília e o acesso a ele se dá pela pitoresca vila de São Jorge município de Alto Paraíso.

Mas afinal o que é uma chapada?

Em poucas palavras, chapada é uma espécie de terrenos com extensas superfícies planas em regiões de serras com altitudes geralmente superiores a 600 metros.

A Chapada dos veadeiros fica em plena região do cerrado e ultrapassa a altitude de 1.700 metros.

Principais Atrativos 

A chapada é lugar para recarregar as energias e se conectar com a natureza, e que natureza! São mais de 300 cachoeiras espalhadas nos principais municípios: Alto Paraíso, São Jorge e Cavalcante. Além de vários outros lugares incríveis que nos deixam sem ar e perplexos com tanta beleza natural.

Vale da Lua

vale-da-lua-chapada-dos-veadeiros-goiasDurante milhões de anos, as águas do rio São Miguel foram criando uma paisagem de rochas que recebe o nome de Vale da Lua. As formações rochosas de cor acinzentada foi considerada como o lugar da Terra que mais se parece com as crateras lunares. O cenário é totalmente exótico e hipnotizante. Por alguns instantes você se esquecerá de onde está.

Existe uma rota de 1,2Km, que percorre parte do vale. O caminho que é extremamente perigoso em épocas de chuvas.

Loquinhas

Pequenas e diferentes quedas que formam 13 poços de águas límpidas e cristalinas, perfeitos para mergulho. Considerada um santuário ecológico, loquinhas possui duas trilhas suspensas em madeira que facilitam o acesso até ela e preserva o meio ambiente.

Rio Preto

As cascatas mais conhecidas e grandes do parque, Rio Preto I e Rio Preto II com 120 e 80 metros de queda d’agua, podem ser aproveitadas através de trilhas, mirantes e cânions.


Se você está gostando do artigo até o momento, que tal curtir nossa página no Facebook?


Falando em cânions, as enormes fendas entre as pedras que servem de passagem para as quedas d’agua, formam um cenário incrível. A vista é perfeita para aproveitar a natureza e reestruturar a paz interior, para quem curte meditação é um bom lugar.

saltos-do-rio-preto-chapada-dos-veadeiros

Saltos do Rio Preto

Macaquinhos

É formado por um complexo de cachoeiras e piscinas naturais de águas verdes. O vale do Macaquinho fica aproximadamente a 50 KM de Alto Paraíso e o caminho é surpreendente, pois passa pelo mirante do Vão do Paranã que é onde acaba a Chapada. As principais cachoeiras do complexo são: Pedra Furada, Dois Saltos e Cachoeira da Caverna. Cada uma merece um mergulho.

Rio do Prata

Localizado na Chapada de Piteira, a 50 Km do município de Cavalcante, é um rio lindo com águas claras e rodeado por buritis, cachoeiras e duchas para banhos.

Santa Bárbara

Em nossa opinião essa é a cachoeira mais bonita, pois é uma das que possui a água mais cristalina na cor verde esmeralda daquelas de encantar os olhos e nos fazer acreditar que tudo aquilo não é real.  Mas é bem real e inclusive é a segunda cachoeira mais visitada da América Latina.

Fica no município de Cavalcante, na comunidade dos Quilombos de Kalunga, possui 28 metros de altura e a sua queda forma um lugar ótimo para nadar.

É obrigatório contratar um guia, para acompanhar até a chegada do acesso à trilha, depois é caminhar por mais 20 minutos e se deparar com esse espetáculo da natureza.

santa-barbara-chapada-dos-veadeiros-goias

Cachoeira Santa Bárbara

Capivara

É um poção enorme com duas quedas e um cânion no meio do vão do Moleque, perfeito para quem curte brincadeiras com boias que é nosso caso rs.

Cachoeira do Félix

A cachoeira forma uma enorme piscina com uma queda d’agua de 35 metros de altura. Tem extensa faixa de areia que até parece que estamos em uma praia de água doce. Excelente para quem vai com crianças, pois o comecinho da piscina é bem rasa e com água cristalina.

Mirante da Janela e Abismo

mirante-da-janela-chapada-dos-veadeiros-goias

Mirante da Janela

Sem dúvidas quando estamos nesse mirante nos sentimos mais perto do céu. Além de ter uma vista deslumbrante de toda a imensidão da chapada dos Veadeiros.

É de onde os muitos mochileiros tiram a famosa e clássica foto de dentro da janela. Não tem como ficar ruim a foto com aquela essa vista não é?

Fica a 36 KM de Alto Paraíso e para chegar ao mirante é necessário fazer uma trilha de 6,5 KM, o nível dessa trilha é considerado difícil. Mas nem precisamos dizer que quando chegar lá no alto tudo faz compensar neh?!

Cachoeira do Segredo

Considerada uma das cachoeiras mais místicas da Chapada é também a mais visitada da região. Fica aproximadamente a 50 KM de Alto Paraíso e para chegar até a cachoeira é necessário caminhar por uma trilha de 8 KM e dificuldade média.

Cataratas dos Couros

Formada por uma sequência de quatro quedas d’agua no rio Couros, as cataratas estão localizadas na Fazenda Boa Esperança. Para chegar até lá é aconselhável um guia e utilizar veículo apropriado com tração nas 4 rodas, pois o local é de difícil acesso. Apesar da dificuldade de chegar às Cataratas, a paisagem e a tranquilidade é compensatória. Diferente das demais cachoeiras que citamos, essa é a que menos tem turistas, então dá pra aproveitar muito mais e tirar boas fotos.

Anjos e Arcanjos

As cachoeiras mais “diferentonas” da região. Isso por que suas águas são avermelhadas e escuras. É um ótimo lugar para banho apesar das suas águas geladas e as duas cachoeiras estão no meio de uma montanha, a vista é incrivelmente linda.  Fazem parte do Rio Pretinho, localizado no povoado do Moinho à 12 KM de Alto Paraíso.

Almécegas I

Localizada na fazenda São Bento na estrada entre São Jorge e Alto Paraíso, a cachoeira de Almécegas I é de fácil acesso em uma trilha que leva apenas 20 minutos.

A queda d’agua forma um poço excelente para mergulho. Possui um mirante com vista incrível da frente da cachoeira e por cima formam mini piscinas naturais perfeitas para relaxar.almecegas-chapada-dos-veadeiros-goias

Sertão Zen

Esse passeio é daqueles que te conecta com a natureza e te faz sentir livre. Indicado para quem tem bom preparo físico, a caminhada percorre 15 km pelo cerrado goiano, pela Serra Geral do Paranã até chegar na nascente do Rio Macaco, onde se pode deliciar com uma água limpa e geladinha. A trilha termina bem no alto da cachoeira a 150 metros de altura com uma das vistas mais impactantes da chapada, com todos os paredões de quartzito. Os paredões são sempre muito procurados e disputados por quem curte escalada.

Águas termais do Morro Vermelho

Nem só de águas quase congelantes vive a Chapada. O Morro Vermelho é formado por três piscinas com pouco mais de um metro de profundidade com águas a 33 graus. Ficam abertas para visitação até as 22 horas. Para fechar o dia de trilhas com chave de ouro, nada melhor que relaxar nas águas termais. É um lugar super agradável e romântico, ótimo para passeios a dois.

Morro Vermelho fica a 15 KM de São Jorge por uma estrada de terra e o valor da entrada é de R$20,00.

Carioquinhas

carioquinhas-chapada-dos-veadeiros-goias

Carioquinhas

A trilha que dá acesso a essa cachoeira é longa, com cerca de 1h. Mas a caminhada compensa, pois o lugar parece que foi totalmente planejado com várias piscinas espalhadas que formam aquários naturais onde bate sol o dia inteiro, tornando os mergulhos mais agradáveis em suas águas quase congelantes.

Misticismo

Todos os cristais e mandalas esparramados pelas cidades que rodeiam a chapada, faz com que essa região seja considerada um espaço místico. E para aumentar ainda mais o misticismo, a chapada é cortada pelo Paralelo 14, o mesmo de Machu Picchu no Peru. E está sobre uma imensa placa de cristal de quartzo, que pode ser vista do espaço. Cada cantinho é recheado de histórias inacreditáveis de OVNIs e é cada vez mais procurada por ufólogos.

À noite, quando não há nuvens, a Chapada se torna um planetário ao ar livre e frequentemente há relatos de verem por lá objetos voadores fazendo evoluções ou parados no alto.

Onde Ficar?

Alto Paraíso de Goiás

É a cidade mais conhecida da Chapada e está localizada no ponto mais alto do planalto central, cerca de 1300 metros. Alto Paraíso é a capital brasileira do misticismo e se tornou conhecida exatamente por receber diversos grupos místicos e esotéricos, ligados à espiritualidade e praticantes de meditação e yoga. Também recebe diversos movimentos hippies e é um lugar de diversidades. Em apenas alguns metros é possível encontrar desde igrejas católicas tradicionais a templos budistas, de yoga e meditação, espaços dedicados a diferentes tradições da Índia, movimentos Hare Krysnha, templos de Ayahuasca e a diferente igreja do Trance Divino.

A cidade possui duas entradas especiais que são espetáculos à parte. Uma é um portal semelhante a uma nave espacial e a outra dois portais com grandiosos cristais na parte superior. Além da placa mais linda de Bem-vindo, que descreve Alto Paraíso sendo “Homem, Harmonia e Natureza”. Pelas ruas é possível encontrar várias estátuas de ET’s e casas em formatos de iglu. Falando em casas, a grande parte das construções são ecologicamente corretas. Muitas feitas de adobe.

Alto Paraíso conta com a melhor infraestrutura da região, com pousadas, hostels, hotéis que contam com decorações inspiradas em alienígenas e temas esotéricos, bares, restaurantes, lojas de artesanatos e muitos cristais.

Cavalcante

A cidade é mais rústica e possui uma estrutura bem básica para os turistas, contando com poucas pousadas, hotéis, restaurantes e campings. Mas a mágica do lugar é exatamente essa, estar em contato com a natureza sem grande luxos supérfluos.

Também é uma cidade mística, mas não tanto como Alto Paraíso. É o lugar ideal para aproveitar o silêncio e a paz interior que encontramos por lá. Sem contar que a atração principal da cidade é a cachoeira mais bonita de toda Chapada, a Santa Bárbara.

São Jorge

É uma pequena Vila de ruas de terra com aproximadamente 800 habitantes, que no mês de Julho recebe cerca de 30 mil pessoas no festival cultural da Chapada.

É o oposto de Alto Paraíso, mas ambas possuem personalidades fortes. Alto Paraíso é organizada, asfaltada, esotérica, holística e natureba, já São Jorge é minúscula, meio bagunçada, alternativa  e mochileira.

A vila está a 15 minutos da entrada do Parque Nacional dá pra ir caminhando e curtindo as belezas da estrada. À noite a vista do céu é incrível, por ter poucas luzes na cidade, conseguimos ver uma infinidade de estrelas e a lua na mais perfeita harmonia. Sem contar que por lá se come muito bem, seja através da deliciosa comida de quilo na Nenzinha ou na pizzaria da Lua de São Jorge.

Como chegar?

A melhor porta de entrada para a Chapada é a cidade de Alto Paraíso por ter mais opções e nos transportar para um mundo mágico de cultura, esoterismo e afins. E por estar melhor preparada para receber turistas como relatamos acima.

Saindo de regiões mais distantes

O melhor é ir de avião e o aeroporto mais próximo é o de Brasília. Da capital Federal é necessário percorrer ainda mais 243 KM em ônibus ou carro, pela BR 010 e depois pegando a GO-239.

Saindo de regiões próximas

Goiânia – Fica cerca de 497 KM de Alto Paraíso.

De carro: Pegue a BR-153, depois a 060 e após Brasília a BR-010 e depois a GO-239. O trajeto é percorrido em menos de 5 horas. Detalhes aqui.

De ônibus: O trajeto menos longo é realizado pela Real Expresso com parada em Brasília e dura cerca de 8 horas.

Uberlândia – Está a 628 KM, totalizando mais ou menos 7 horas de viagem.

De Carro: Pegue a BR-050 até Brasília, após continue pela 010, finalizando a viagem pela GO-239.

De Ônibus: O trajeto se torna mais longo, cerca de 11 horas e 15 minutos, pois todos os ônibus que saem de Uberlândia terão que passar por Brasília.

Como circular dentro do Parque?

O parque Nacional da Chapada dos Veadeiros está ligado por três cidades, Alto Paraíso, Cavalcante e São Jorge.

De Alto Paraíso até São Jorge são 22 KM de rodovia e mais 14 KM em estrada de terra pela GO-239. E de Alto Paraíso a Cavalcante são 82 KM asfaltados pelas GO-118 e GO-241, porém para conhecer as cachoeiras e mirantes percorre -se muita estrada de terra.

Quando ir?

O ano todo. Mas de maio a setembro é o período de estiagem, o volume de água nas cachoeiras diminui e ficam ainda melhor para banho. Maio é a época mais florida e julho a mais movimenta (um caos).

O que levar nas trilhas?

– Nunca vá de chinelo, pois é uma das maiores causas de acidente, opte por um tênis confortável e que te proporcionará horas de caminhadas sem bolhas nos pés.

– Muito filtro solar, o sol do cerrado queima. E leve tudo mais que te ajude a proteger do sol, boné, chapéu ou lenços.

– Repelente, dependendo da época (chuvosa) é cheio de mosquitos, daqueles que ficam infernizando e quando pica coça e deixa tudo vermelho.

– Lanches, pois muitos dos lugares que passamos não vendem comidas.

– Muita água, para hidratar durante a caminhada.

 Qual guia contratar?

Indicamos procurar um guia na empresa Itakamã Ecoaventura que fica em Alto Paraíso na Avenida Esperanto, Quadra 39, Lote 03/ Telefone e WhatsApp (61) 98507-8001. É sempre bom entrar em contato com antecedência.

Leia também

Capitólio e região em 4 dias Essa é nossa  sugestão de roteiro para o seu mochilão por Capitólio e região em 4 dias. Tudo feito por conta própria, campings, passeios, etc. A plani...
O surrealista deserto de Salvador Dalí A Bolívia possuí muitas maravilhas naturais a oferecer, mas nem sempre está presente no roteiro dos mochileiros. Além do fantástico Salar de Uyuni (co...
Tudo o que você precisa saber sobre as Líneas de Nazca As famosas e enigmáticas Líneas de Nazca no Peru, sem dúvidas é um roteiro imperdível para quem vai se aventurar em terras peruanas, mas muitos mochil...
O que você realmente precisa saber sobre Ushuaia Ushuaia é uma cidade Argentina, capital da Província da Terra do Fogo. Também é considerada “La ciuldad del fin del mundo”, isso porque ela está do ou...
Bolívia, Chile e Peru em 21 dias Essa é nossa primeira sugestão de roteiro para o seu mochilão por parte da América do Sul. Bolívia, Chile e Peru em 21 dias. Tudo feito por conta próp...
O que fazer na Tailândia? A Tailândia é um destino tão distante que muitos só a conhece por alguns fatos isolados que a faz se diferenciar do restante do mundo. Nós também não ...


Chapada dos Veadeiros, Alto Paraíso de Goiás - GO, Brasil

Como chegar