[lastupdated before="Last update:"]
Imagem de Fundo

Documentos necessários para viajar pelo mundo

world Autor: Nós2 de Mochilão em 24 outubro 2016

Essa é uma das dúvidas mais frequentes, mesmo para quem está acostumado viajar por muitos lugares, pensar nas documentações necessárias pode ser um pouco chato.

Lembrando sempre que os requisitos variam dependendo do lugar de onde você é e para onde você irá.

Neste post iremos contar de maneira geral quais são os pontos importantes na hora de planejar a viagem, assim como os outros requisitos normais que podem ser solicitados na entrada do país visitado.

Passaporte

Para entrar em outro país é fundamental um documento de identidade com foto válido internacionalmente, na maioria dos lugares esse documento é o passaporte. Apenas na América do Sul com exceção das Guianas é possível viajar com o RG, estando em perfeito estado de conservação, foto o mais parecido possível com as características físicas atuais e não excedendo o prazo de 10 anos da emissão.

Para emitir o passaporte é necessário recolher uma guia no valor de R$257,25, no portal da Polícia Federal e após o pagamento realizar o agendamento prévio pelo mesmo site. O local e prazo de atendimento variam de acordo com a região.

Após os trâmites do pedido, o passaporte tem até 45 dias para chegar. É preciso ficar atento, pois o passaporte não é enviado pelos correios à sua casa. Passados 8 dias após o prazo de 45 da chegada do passaporte, caso não seja retirado no mesmo local onde foi realizado o pedido, o documento é suspenso.

Mais informações aqui

Vacinas

Nos casos das vacinas existem algumas particularidades que dependem da nacionalidade e do país que irá visitar. A única obrigatória é a de febre amarela. Seja para África, Ásia, América, etc…, é necessário apresentar essa vacina através do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) emitido pela Anvisa. Para tirá-lo basta comparecer a um dos centros de atendimento (lista aqui), com seu cartão de vacinação e carteira de identidade. A vacina de febre amarela é oferecida gratuitamente nas unidades de saúde de todos os municípios e possui validade de 10 anos. Pessoas em tratamento de quimioterapia, radioterapia ou com corticoides, bem como pessoas alérgicas a algum componente da vacina, mulheres grávidas e bebês com menos de 6 meses têm direito ao certificado de isenção da vacina.

Sobre as demais vacinas, mesmo não sendo obrigatórias é recomendável tomá-las para estar imunizado contra várias doenças. É melhor prevenir do que remediar. Hepatite A e B, tétano e meningite são algumas que convém tomar antes da viagem. O melhor é averiguar quais são os riscos do país para o qual irá viajar.

Vistos

Outra das grandes dúvidas é sobre os vistos. Quais países necessitam? Onde consegui-lo? O que necessita para tirá-lo? Quanto dura? Quanto custa? Tudo isso depende muito do país em que pretende visitar. Para ter certeza o mais indicado são os sites dos consulados e embaixadas oficiais. Também existem alguns sites que pode te ajudar com essas informações como por exemplo o “Do you need visa?”.


Se você está gostando do artigo até o momento, que tal curtir nossa página no Facebook?


Existem dois tipos de vistos, os que você tira no Brasil nos consulados, prédio físico ou pela web como é o caso do Vietnam e os vistos ou permissões que tiram nas fronteiras ao entrar no país. A desvantagem desse segundo método é que pode-se correr o risco de não conseguir entrar e/ou passar muitas horas de stress.

Vale a pena pesquisar bastante antes da viagem sobre esse ponto, nós brasileiros podemos entrar em mais de 5o países sem necessidade de visto (o que é muito se comparado a outras nacionalidades, temos o passaporte mais desejado no mercado negro por esse motivo).

Passagem de volta

Existem muitos países que solicitam o bilhete de volta para poder ingressar. Isso acontece principalmente nos aeroportos, pois as fronteiras por terra são mais flexíveis.

O site Flyonwards aluga bilhetes de volta por  aproximadamente  10 dólares (é um serviço legal, pode ficar tranquilo).

Seguro viagem

Muitas das vezes o seguro é  opcional, mas em alguns países é obrigatório apresentar o seguro viagem ao ingressar, como por exemplo em alguns países da África, Europa e Oriente Médio.

Além disso, é sempre bom se precaver e com o seguro você poderá receber o reembolso até dos remédios que vier precisar durante seu mochilão.

Para cotar ou contratar seu seguro viagem clique aqui .

Outros papeis importantes

Além dos documentos obrigatórios é bom ter em mãos cópias de passaporte, vistos, vacinas, carteira de trabalho e todos os demais documentos que sua perda resultará em complicações. Recomendamos guardar essas cópias físicas e online como no dropbox ou onedrive.

Fotos 3×4 ou 5×7 também é bacana ter. Em alguns países para entrar é necessário desse tipo de foto e tiram nos locais por preços absurdamente caros então vale a pena levar.

Carteirinha de estudante é uma boa levar, isso pode te beneficiar com alguns descontos em determinados lugares e passeios. A carteira ISIC é mundial e vale a pena investir.

Um último conselho que damos é arrumar todos documentos com antecedência, para tudo correr bem durante a viagem! E o mais importante, se divertir e curtir cada momento. Boa viagem!

Leia também

_ Capitólio e região, o mar de Minas Gerais Quem disse que minas não tem mar? Tem sim uai! O Mar de Minas é a represa de furnas que fica no sul de Minas Gerais aos pés da serra da Canastra. Poss...
Relato – Tailândia, Laos e Camboja em 24 dias Pessoal, esse é o relato detalhado do nosso roteiro pelo Sudeste Asiático. Passamos pela Tailândia, Laos e Camboja em 24 dias. Não era nosso roteiro i...
17 Curiosidades sobre a Tailândia Em menos de 3 dias embarcaremos rumo a Tailândia e nesse tempo de planejamento da viagem, pesquisamos muito e achamos várias curiosidades sobre esse p...
Andando nas nuvens em Uyuni Na Bolívia existe uma lenda muito antiga de origem aimara (nome dado a um determinado povo, da Era pré-colombiana no sul do Peru, Bolívia, Argentina e...
Tailândia, Laos e Camboja em 24 dias (B) Essa é a segunda planilha detalhada (ROTEIRO B) de nosso último mochilão pelo sudeste asiático! Como escrevemos no post anterior sem dúvidas foi uma d...
O que fazer na Tailândia? A Tailândia é um destino tão distante que muitos só a conhece por alguns fatos isolados que a faz se diferenciar do restante do mundo. Nós também não ...