[lastupdated before="Last update:"]
Imagem de Fundo

As 15 cidades coloniais mais bonitas da América do Sul

América do Sul Autor: Nós2 de Mochilão em 21 dezembro 2016

Com a chegada dos colonizadores à América do Sul, trouxeram com eles a habilidade indiscutível de construir cidades perfeitas. Iremos agora fazer uma viagem pela história, passando por Uruguai, Brasil, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia, destacando 15 das cidades coloniais mais bonitas da América do Sul.

Ouro Preto – Brasil

igreja_de_nossa_senhora_do_carmo__ouro_pretoOuro Preto não recebeu o título de patrimônio da Humanidade por acaso. Além de ser uma das cidades coloniais mais ricas do Brasil, esse lugarzinho no interior de Minas Gerais, abriga o maior conjunto arquitetônico barroco brasileiro. Seu nome se dá por causa da cor do ouro encontrado nessa região. E falando em ouro, uma das igrejas mais lindas da cidade, a de Nossa Senhora do Pilar é ornamentada com mais de 400 KG de ouro. Outra joia também preservada é a igreja de São Francisco de Assis, obra-prima de Aleijadinho.

Palco da inconfidência Mineira, grande marco de Minas, Ouro Preto é recheada de histórias dos séculos 17 e 18. Hoje em dia é uma cidade Universitária e agitada, seus casarões se transformaram em repúblicas e abrigam festas animadas atraindo não só o público local.

Temos um post inteirinho dedicado a cidade sobre  7 dicas para você aproveitar o melhor de Ouro Preto da uma olhada lá.ouro-preto

Arequipa – Peru

arequipaAo sul do Peru se localiza Arequipa, conhecida como a “cidade branca”, isso porque grande parte das edificações foram construídas com silhar, uma pedra branca formada pela lava dos vulcões dos arredores da cidade.

O centro historio de Arequipa é convidativo para revivermos a época colonial. Possui grandes casarões, igrejas cheias de obras de artes e mistérios. Dizem que a catedral possuí uma passagem subterrânea que liga a cidade à Cuzco. E falando na Catedral, ela é considerada o primeiro monumento religioso do século XVII em Arequipa, exibindo um estilo neo renascentista com certa influência gótica.

Mas o espetáculo maior fica por conta do Convento de Santa Catalina, que é basicamente uma cidade dentro de outra cidade. Até 1970 foi um convento totalmente fechado que recebia as filhas das famílias mais ricas de Arequipa. Seu estilo arquitetônico se baseia totalmente na influência espanhola, mas feito por mãos indígenas.

Colonia del Sacramento – Uruguai

coloniaColonia del Sacramento está a sudoeste do Uruguai, onde desemboca o rio de La Plata. Cortada por ruas de pedras, casas baixas, praças floridas, vista do mar, faróis e carros antigos que foram transformados em jardins, é considerada uma das cidades mais atrativas do país.

As principais atrações estão no bairro mais antigo da cidade, “Centro Histórico” que é considerado patrimônio da humanidade. Lá se encontra o famoso portão da cidadela, de onde saem duas muralhas que serviam de proteção para a cidade e a Calle de los suspiros que leva esse nome por ser o último caminho percorrido pelos escravos antes de serem executados.

Salvador – Brasil

A cidade baiana foi a primeira capital do Brasil e reúne o presente e o passado em perfeita harmonia. Dividida em parte Alta e Baixa a cidade manteve em seu centro, uma belíssima paisagem colonial. Na parte alta fica o pelourinho, em suas ruas e vielas estão centenas de casarões e igrejas do século 17. É palco de festas diárias, baianas vendendo acarajé e foi onde Michael Jackson gravou o clip “They don’t care about us”. Para chegar à parte baixa, literalmente entramos em dos cartões postais de Salvador, o elevador Lacerda que nos leva até à Baía de todos os santos, onde estão as belíssimas praias.


Se você está gostando do artigo até o momento, que tal curtir nossa página no Facebook?


 Salvador é festa de janeiro a janeiro, mas é entre os meses de Dezembro à fevereiro que encontramos as festas mais tradicionais da Bahia, a do Senhor do Bonfim e o Carnaval.

pelourinho

Barichara – Colômbia

Considerada como a região colonial mais bonita da Colômbia, até mesmo pelos próprios colombianos, Barichara é uma pequena cidade no coração do departamento de Santander. Com ruas de pedras avermelhadas, casas todas brancas e tetos vermelhos como as ruas, tudo na mais perfeita sintonia.

baricharaA cidade é dividida entre a calma e o silêncio e por outro lado está a emoção dos esportes radicais, como parapente e o rafting, o que atrai muitos viajantes amantes da aventura.

Barichara está cheia de praças e árvores e desde seu mirante é possível ver o Cânion Rio Suarez. A catedral Imaculada Conceição construída em tons amarelados, é uma atração à parte e garante uma característica única a esse município fundado em 1705.

Quito – Equador

quitoA uma altura de 2.700 metros acima do nível do mar, Quito está ao norte do Equador, situado na província de Pichincha em plena Cordilheira andina e é rodeado por vulcões. Conhecida mundialmente como a cidade da metade do mundo, atrai milhares de turistas em sua maioria americanos e europeus.

É a maior região colonial e a mais conservada de toda a América do Sul, não foi em vão que Quito foi a primeira cidade juntamente com a Cracóvia na Polônia a ser declarada patrimônio da humanidade pela Unesco em 1978.

Desde a rua de las siete cruces até a Plaza de Armas, passando pelas Igrejas de São Francisco, de la Merced e da Companhia de Jesus, tendo essa última levado mais de um século para ser construída, somos sempre surpreendidos com magníficas arquiteturas desse extenso centro histórico.

Cuenca – Equador

Essa é a cidade colonial perfeita, a que cumpre todos os requisitos. Localizada na província de Azuay, no sul do Equador, Cuenca fica no meio dos Andes, é pequena na medida certa e cheia de histórias. Seu pequeno centro possui lindas construções coloniais, igrejas, cafés, lojas de chapéus (os verdadeiros Panamás) e vendedores de flores.

Tudo por lá é encantador, desde sua Plaza de Armas e sua praça das Flores, as catedrais e as casas com sacadas. Sem falar na cultura Inca e Kañaris que torna Cuenca encantadora. Por isso essa cidade pequenininha é parada obrigatória no Equador.

cuenca-1

Trujillo – Peru

trujilloCasas coloridas, uma enorme Plaza de Armas, casarões com sacadas de madeira, ruas amplas… bem-vindos a Trujillo. Cidade situada na costa norte do Peru, foi a primeira a ser fundada pelos espanhóis na América do Sul. É berço do poeta César Vallejo, considerado o mais importante autor latino-americano do século 20.

Considerada a base para exploração de sítios arqueológicos pré-incaicos de valor histórico inestimável, Trujillo é palco de diversas descobertas arqueológicas consideradas as mais importantes da atualidade. Mas nada disso tira o destaque dessa cidade colonial que ainda preserva muito o ar europeu, mais propriamente o da cidade homônima de Extremadura na Espanha.

Cartagena das Índias – Colômbia

cartagena-1Banhada pelo mar do Caribe, Cartagena se localiza ao norte da Colômbia e é considerada a joia da coroa das cidades coloniais. A cidade amuralhada de ruas estreitas, casas coloridas com sacadas de madeira e praças com vendedores de frutas frescas é o que atrai milhares de turistas todo o ano, até mais que suas praias belíssimas. Não foi à toa que o escritor Gabriel García se apaixonou por Cartagena.

A cidade também conta com uma animação noturna única.

São Luís – Brasil

Fundada pelos franceses em 1612, a capital Maranhense é repleta de histórias datadas nos séculos 18 e 19. Possui mais de 3 mil sobrados e casarões espalhados por Praia Grande, bairro histórico de São Luís. Os antigos solares dos barões, hoje abrigam espaços culturais, museus e restaurantes. Além da história, a cidade preserva culturas e tradições como o famoso Bumba-Meu-Boi, representação folclórica que atrai gente do mundo inteiro para participar dessa festa colorida e animada nos meses de Junho e Julho.

São Luiz recebeu o título de “Jamaica brasileira” por ter o reggae tão enraizado quanto o folclore local. O ritmo toma conta das rádios e bares da cidade deixando o clima totalmente zen e rastafári.

s%e2%88%86o-luis

Lima – Peru

limaA capital Peruana foi uma das cidades mais importantes da época colonial, seu centro histórico possuí a extensão de um bairro inteiro com diversos prédios históricos, igrejas, palácios, edifícios governamentais todos com cores vivas e balcões de madeira e conta também com uma impressionante praça, a Plaza Mayor, que curiosamente não se chama Plaza de Armas como toda praça central das cidades de origem espanhola.

O restante da cidade perdeu bastante o estilo colonial, porém passear pelo centro vivenciando todas essas arquiteturas riquíssimas é algo que não se pode deixar de fazer em uma viagem ao Peru.

Santa Cruz de Mompox – Colômbia

Também na Colômbia, Mompox que foi declarada pela Unesco Patrimônio da humanidade em 1995 e recebeu esse nome por causa de um cacique Mompoj que habitou essa região com sua tribo Malibúes.

Situada no interior do País, mais exatamente no estado de Bolivar, uma região de pântanos, foi a primeira cidade a dar o grito de independência de qualquer dominação estrangeira, não somente da Espanha.

Preserva a arquitetura colonial, com seus casarões do século 17 e seis igrejas magníficas, entre elas a Basílica Menor.  Pouco desbravada por turistas, até mesmo pela dificuldade de acesso até ela, a cidade não possui fundo suficiente para restaurar toda a arquitetura como foi feito em Cartagena, mas mesmo assim ela fica entre as cidades mais belas.mompex

Paraty – Brasil

paratyEm meio a agitação carioca, a tranquila Paraty é um verdadeiro paraíso localizado no litoral sul do estado. É uma típica cidade colonial portuguesa espremida entre a serra e o mar. A impressão que temos ao chegar é que o tempo parou em Paraty. Preservada com casarões e igrejas do século 18, nas ruas calçadas com pedras pelos escravos é proibido o tráfego de automóveis.

Charmosa, a cidade mistura tradição e história e conserva viva a cultura religiosa do ciclo do ouro. Paraty reúne lindas praias de água verde e cristalina e cachoeiras com quedas d´agua que formam piscinas naturais. E é cenário de uma das festas mais famosas do país, a festa do Divino.

Potosí – Bolívia

potosiPotosí é uma das cidades coloniais mais bonitas da Bolívia, ainda que a quantidade de fiações elétricas que cruzam suas ruas, tirem um pouco dos seus encantos. O mesmo passa com Sucre, outra preciosa cidade colonial boliviana. A cidade tem o maior e mais conservado centro histórico da Bolívia. Antigamente foi palco de grandes duelos entre Vicuñas e Vascongados e durante a colonização entre realistas e patriotas.

Durante todo o período colonial a cidade da Bolívia foi dividida entre índios e espanhóis e foi construída por lendas e histórias.

Ainda hoje seu passado está estampado em cada esquina e suas tradições conservadas. Sejam pelas ruas estreitas de onde se erguem casarões antigos, com portas esculpidas por escudo ou pelas construções de tirar o fôlego como La Santa Basílica Catedral, Igreja de San Lorenzo de Carangas, Museu Santa Teresa, Casa da Moeda e Plaza 10 de Noviembre. Sem dúvidas Potosí vale uma fortuna por causa da sua riqueza histórica.

Cusco – Peru

Antiga capital do império Inca, Cusco foi transformada em uma preciosa cidade colonial com suas mesclas de restos incaicos e igrejas. Sua riqueza histórica é enorme e sua altitude mais ainda, os 3440 metros acima do nível do mar é mais um motivo para deixar seus visitantes ser ar rs.

O coração da cidade é tomado pela Plaza de Armas, com igrejas e casarões ao seu redor, que retratam o poder dos espanhóis logo após a conquista da cidade.

Cada templo ou locais de culto foram derrubados e em seu lugar foram construídas igrejas, por esse motivo Cuzco possui um número impressionante de igrejas. A catedral foi edificada em cima do antigo templo de Suntur Wasi e sobre o Palácio Inca de Wiracocha.

Outro ponto colonial é o Palácio do Arcebispo, o prédio foi construído sobre as bases do palácio do Inca Roca, onde se pode ver a pedra de 12 ângulos.

cusco


Existem muitas outras cidades coloniais para conhecer na América do Sul, mas com certeza essas estão no ranking das mais belas.

Conhece alguma dessas cidades? Elegeria outras como sendo as mais bonitas? Deixe-nos um comentário contando.

Leia também

Tailândia, Laos e Camboja em 24 dias (B) Essa é a segunda planilha detalhada (ROTEIRO B) de nosso último mochilão pelo sudeste asiático! Como escrevemos no post anterior sem dúvidas foi uma d...
Tudo que você precisa saber sobre Togo Togo é um daqueles países que você se apaixona ainda olhando de cima, pela janela do avião. Quase todos os grupos étnicos do Togo acreditam fielmente...
8 ótimos motivos para viajar a Santiago Santiago é a cidade perfeita para ser desbravada à pé. Isso porque é totalmente plana, principalmente no centro histórico com ruas exclusivas para ped...
Formas de chegar a Machu Picchu (Como chegar?) Muitas pessoas nos perguntam como chegar a Machu Picchu por conta própria e são diversas possibilidades, algumas mais baratas e outras não muito barat...
Relato – Bolívia, Chile e Peru em 21 dias – Parte 1 Esse é o relato detalhado do roteiro de 21 dias pela Bolívia, Chile e Peru. Para ver o roteiro clique aqui. 1º dia Encontro em Guarulhos com galerin...
Bolívia, Chile e Peru em 21 dias Essa é nossa primeira sugestão de roteiro para o seu mochilão por parte da América do Sul. Bolívia, Chile e Peru em 21 dias. Tudo feito por conta próp...


América do Sul

Como chegar